Home / Categoria / Recentes

Organizar corrida de trilha não é a mesma coisa do que corrida de rua!

por Redação em Dicas - 16/09/2016

trail runner with backpack running up the steep hill

Para organizar uma corrida de rua alguns fatores básicos devem ser levados em conta, como a divulgação, a pré-produção e a produção do evento, além é claro do pós-prova. Durante esse processo o mais importante é que cada um desses itens sejam executados com perfeição. Só assim o evento poderá ser considerado de sucesso.

 

Para as corridas em trilha a dinâmica não é diferente, porém, a logística desse tipo de evento é bem mais complexa. Além de todos os fatores importantes na organização de uma corrida, a segurança e comunicação entre os organizadores são fundamentais para o sucesso do evento em trilha.

 

Segundo Mario Roma, diretor da Roma Comunicação, a boa integração e o diálogo são essenciais para a segurança desse tipo de corrida. Por ser realizado em áreas remotas e inóspitas, o número de pessoas envolvidas na execução de uma prova em trilha é maior e a comunicação entre o staff e os participantes não pode falhar. “É preciso saber exatamente onde a pessoa está caso aconteça algum acidente. Por isso contamos com staff espalhados em pontos estratégicos do percurso e placas de sinalização”, conta Roma. Ainda, segundo o organizador, em eventos “off-road”, por exemplo uma prova de 60km,  o número de pessoas que participam da organização passa de 100.

 

Vale lembrar que para eventos longos, como o Brasil Ride, principal ultramaratona de mountain bike do Brasil, que reuniu em 2015 500 participantes em 600km de prova, a demanda é muito maior. “No Brasil Ride tudo precisa estar funcionando perfeitamente porque são sete dias ininterruptos de prova”, revela.

 

Para isso, Roma conta com uma equipe de mais de 300 pessoas entre mecânicos, médicos, massagista, entre outros. “Independente do atleta que passar por lá, seja ele profissional ou amador, a estrutura do evento deve estar perfeita o tempo todo, oferecendo as condições necessárias para que todos possam completar a prova”, acrescenta Roma.

 

Outro fator importante que difere os eventos em trilha das corridas de rua é a forma de divulgação. Isso porque, o público que participa desse tipo de corrida é distinto. “A média de idade, por exemplo, dos participantes de corrida em trilha fica entre 30 e 40 anos. Eles são mais velhos que os corredores de rua”, conta o organizador do Brasil Ride.

 

Vale lembrar também, que corridas de trilha são suscetíveis a força da natureza, ou seja, no meio do percurso pode haver animais silvestres, trilhas sinuosas e algumas vezes até propriedades particulares que não devem ser invadidas. Por isso, o organizador do evento precisa estar pronto para lidar com qualquer tipo de imprevisto, além de se preocupar com a preservação do meio ambiente, que não pode ser alterado por conta do evento.


RELACIONADOS

Image

O seu funil de conversão de vendas é importante! Entenda porquê.

18/04/2019 Plataforma Ticket Agora
Compartilhar no WhatsAppVocê sabe o que é um funil de conversão de vendas e como ele pode ajudar nas vendas das suas inscrições? Saiba que ele é muito útil para entender as etapas e conversões desde as visitas na[...]
Image

Boleto x Cartão: a batalha dos meios de pagamento!

17/04/2019 Cases
Compartilhar no WhatsAppVocê sabe que vale mais a pena estimular? As vendas no cartão ou no boleto? Aqui no Ticket Agora o cliente tem duas opções, mas queremos mostrar também que existem diferenças e você pode ex[...]